Skip Navigation Links



Translate this page now :



»Programação
»Programação.NET
»Banco de Dados
»Webdesign
»Office
» Certificações Microsoft 4
»Treinamentos4
»Programação 4
»Webdesign«
»Office & User Tips«
»Grupos de UsuĆ”rios
»CĆ©lulas AcadĆŖmicas«

Micro de mulher
Você já está cadastrado e participa do grupo de usuários de sua cidade ? Se não, comente o porque.
 
 
FaƧa um pequeno teste com 10 questƵes de VB
.:.
Teste seus conhecimentos em Visual Basic, SQL Server e ASP 3.0 com nossas provas on-line
.:.
Aprimore seus conhecimentos em programaĆ§Ć£o com nosso treinamento on-line de lĆ³gica de programaĆ§Ć£o
.:.
Veja nosso calendƔrio de treinamentos
Gostou da PƔgina?
Então

para um amigo!

Pesquisa personalizada
Pesquisar Dicas:

 






Como Funcionam as Search Engines


O termo Search Engine normalmente é utilizado para designar ambos os tipos de search engine, as engines baseadas em spiders e as engines baseadas em inclusões manuais. As duas, porém, funcionam de formas totalmente diferentes.

Tipos de Search Engines


Search Engine baseadas em Spiders

Estas search engines utilizam softwares denominados spiders que vasculham a web procurando novas páginas a serem adicionadas em seus bancos de dados. Alterações nas páginas podem, eventualmente, serem identificadas automaticamente por esse tipo de search engine, que constantemente busca novos sites na Web.

Search Engines baseadas em inclusões manuais

Essas search engines são alimentadas por inclusões feitas por donos de sites ou por revisores contratados pela própria search engine para realizar o cadastramento de bons sites.

Alterações no site não são reconhecidas por esse tipo de search engine. De fato, as técnicas para melhorar o ranking são totalmente diferentes entre search engines que usam spiders e search engines que utilizam inclusões manuais.

Search Engines Híbridas

Algumas search engines utilizam os 2 métodos, spiders e inclusões manuais. Mas normalmente favorecem mais um em detrimento do outro.

Como as search engines definem o ranking de suas páginas ?

Quando você pesquisa por algo em uma search engine de imediato recebe centenas ou milhares de respostas ordenadas por prioridade. Claro que nem sempre a search engine acerta, mas na maioria das vezes encontra-se facilmente o que se deseja.

Como a search engine consegue definir o que é mais prioritário entre milhões de site na Web ? Para fazer isso cada search engine utiliza um algorítimo de ranking próprio. Porém a maioria das search engines segue as mesmas regras básicas, com pequenas variações.

Localização/Frequência

Uma das regras utilizadas é a regra de localização e frequência. Imagine um bibliotecário tendo que fazer uma busca de livros sobre "viagens". A primeira coisa que ele irá olhar são livros que tenham "viagem" no título, e é isso que as search engines fazem : páginas que possuem a palavra chave no título são consideradas mais relevantes que as demais.

Após isso é levada em consideração também a proximidade da palavra com o topo da página. Se a palavra aparece no título ou logo nas primeiras linhas de texto é mais provavel que o site seja relevante.

Outra questão levada em consideração é a frequencia com que as palavras aparecem no texto. Quanto maior a frequencia de aparição no texto mais provavel é que tais sites sejam relevantes sobre esse assunto.

Porém nenhuma search engine segue a regra localização/frequência ao pé da letra. Todas as search engines adicionam seus próprios "ingredientes" a essa regra, na tentativa de melhorarem cada vez mais seu processo de busca.

MetaTags

Um outro item levado em consideração por algumas (algumas, não todas) as search engines são as meta tags. Meta tags são tags adicionadas no head de uma página para indicar características desta página.

As 2 metatags mais importantes para search engines são a Description e a KeyWord. Estas metatags são usadas por algumas search engines como critério de avaliação de ranking.

Mas observe que o fato do seu site ter metatags não significa que necessariamente ele terá um bom ranking. É fácil para sites ruins colocarem boas metatags para ganharem ranking, as search engines sabem disso e não deixam que ocorra.

Sim, insira metatags em seu site, mas elas não farão mágica, são apenas um fator a mais na avaliação do seu site.

Veja a síntaxe destas 2 metatags :

<HEAD>
<TITLE>My World</TITLE>
<META name="description" content="Everything you wanted to know about stamps, from prices to history.">
<META name="keywords" content="stamps, stamp collecting, stamp history, prices, stamps for sale">
</HEAD>


Exclusões

É comum as search engines penalizarem páginas que elas desconfiem que estão realizando spamming de search engines. Elas reconhecem diversas técnicas de spamming e desconsideram a página no ranking. Veja algumas técnicas :

- Submeter a página diversas vezes para a search engines
- Inserir a mesma palavra centenas de vezes para aumentar a frequência
- Inserir palavras com a mesma cor de fundo para que a search engine veja mas o usuário não.
- Idem o anterior, mas com tamanho da fonte
- Idem o anterior, colocando as palavras em comentário


Todas as técnicas acima (e muitas outras) são reconhecidas pelas search engines e os sites são automaticamente excluidos do ranking.

Fatores externos

Para evitar o spamming uma técnica que vem sendo muito utilizada é a avaliação de fatores externos.

Por exemplo, uma página que receba muitos links de outras páginas na web é, provavelmente, uma página importante. Assim sendo o volume de links que um site recebe também é utilizado para avaliar o ranking do site. Algumas search engines são capazes inclusive de avaliar as palavras chaves utilizadas para realizar os links.

Outra questão avaliada é a resposta dos usuários das search engines. Uma página que aparece no topo do ranking mas nunca é clicada pelos usuários irá cair no ranking, enquanto que páginas que aparecem no final do ranking mas sempre atraem os usuários irá subir de ranking, pois certamente é mais relevante que as anteriores.

Como melhorar o Ranking

Melhorar o ranking em search engines é o desejo de todo webmaster. O usuário normalmente clica em um dos primeiros 10 sites que aparecem como resposta na search engine, estar entre eles é um fator decisivo para um aumento significativo de visitas ao site.

Vejamos algumas dicas para melhorar o ranking de um site :

Selecione suas palavras chave

Quais palavras você imagina que o usuário utilizará para localizar seu site em uma search engine ? Estas palavras deverão ser as palavras chave de seu site.

Não tente usar apenas uma palavra, tal como "selos", pois será muito difícil conseguir um bom ranking. Utilize uma frase chave, tal como "selos raros do Rio de Janeiro", isso tornará bem mais fácil seu site ser encontrado.

Observe que cada página do seu site poderá ter diferentes frases chave. Por exemplo, você pode ter em seu site uma página sobre a história dos selos cuja frase chave ficaria melhor como "história dos selos brasileiros".


Posicione as palavras chaves adequadamente

Você precisa garantir que suas palavras/frases chave estão posicionadas corretamente na página. Por exemplo, é obrigatório que elas estejam sempre no title, para garantir um bom ranking para a sua página.

Outra questão é que suas frases chave apareçam, se possível, no cabeçalho de sua página (frase título da página) e nos primeiros parágrafos da página. Isso garantirá uma boa localização da frase chave e consequentemente um bom ranking.

Observe que alguns fatores podem prejudicar a boa localização das frases chave, tal como o uso de tables e javascript. Esses recursos fazem com que as frases chave sejam vistas pela search engine mais para o meio da página, prejudicando a localização da frase.

Isso não quer dizer que você deva deixar de usar tables e javascript, mas você deve estar ciente que quanto mais próxima estiver a frase chave do body da página melhor.

Tenha um conteúdo relevante

O conteúdo de seu site precisa ser relevante em relação as frases chave, em formato texto para poder ser lido pelas search engines (texto em formato de imagem não é lido) e visível para o usuário (as search engines identificam o que o usuário não pode ver e desconsideram).

Cuidado com o que a search engine não pode ver

Algumas search engines acessam seu site como se fossem browsers muito antigos. Não são capazes de ver frames, não são capazes de ver imagemaps, entre outras coisas.

Para resolver este problema deve-se sempre fornecer para a search engine um caminho alternativo. Por exemplo, em uma página com frames deve-se aproveitar a tag NOFRAME para inserir links que permitam que o conteúdo relevante do site seja atingido. Assim sendo mesmo search engines que não reconhecem frames conseguirão indexar o conteúdo do site.

O mesmo ocorre com imagemaps. Neste caso a solução é criar links alternativos em formato texto ao final do imagemap. Isso permitirá que a search engine acesse o conteúdo do site.

Páginas dinâmicas

Nem todas as search engines indexam páginas geradas dinamicamente a partir de bancos de dados. Quando for possível gerar páginas estáticas e atualizar o HTML periodicamente isso será preferível. Alguns bancos de dados, tal como o SQL Server, tem recursos para isso.

Símbolos na URL, tal como ? , que indica passagem de parâmetros, podem prejudicar a leitura do site pela search engine.

Obtenha bons links

Como mencionamos anteriormente, as search engines avaliam os links existentes para o seu site para definir seu ranking. Mas isso não significa que você tenha que possuir um volume muito grande de links, mas sim uma boa qualidade deles.

As search engines analizam a importância dos sites que fazem link para o seu e se tais sites se referem ao mesmo assunto que o seu.

Um truque para obter bons links é pesquisar por sua palavra chave nas search engines, acessar os 10 primeiros sites e entrar em contato com o webmaster oferecendo uma troca de links. Além de seu site ganhar mais visitas (afinal estará com link nos top 10 sites da search engine) melhorará de ranking, pois já que os top 10 possuem link para você então seu site é importante.

Cadastre suas páginas chave

As principais search engines, tal como Yahoo e Altavista, são muito importantes para que você confie em programas de cadastramento automatico. Você mesmo deve manualmente cadastrar não apenas 1 página, mas 2 ou 3 de suas principais páginas, garantindo que mesmo que a search engine não consiga seguir um determinado link de uma página ela tenha alternativas para realizar o cadastramento.

 

Dennes Torres
MCSD,MCSE,MCDBA


Este artigo é uma adaptação de artigos em inglês do site http://www.searchenginewatch.com/





Envie seus comentįrios sobre este artigo

Nome :

E-mail :

Comentários :


Avise-me quando houverem novos comentįrios nesta pįgina

Veja abaixo os comentários já enviados :

Nome : ZrgRZeGrDBU E-Mail : q2xnid7grb8@outlook.com
Sharon Irby - The pictures are oudtnantisg! Thank you for taking the time to bring out the very best of Emiley & Joe, friends & family in each picture. Will be anxiously awaiting the rest of your work.
Nome : i8JqpdSK E-Mail : 00nhwxbr3ul@gmail.com
All of my questions se-entdtthalks!
Nome : raWS2OeKV E-Mail : jz0kb523@mail.com
Will,The LT is STILL the guy dressed like a PFC who NEVER gets more than 10 feet from the dude with the radio, and who has the older, more experienced troop always talking to him.The LT will generally have ALL the &qttt;correco&quou; stuff, placed EXACTLY where it supposed to be placed by the book, but he WILL NOT be in a group of three or four privates being bossed around by a young experienced troop.Look for the behaviors, and the LT might as well have a blinking rescue strobe glued to his helmet.

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::
Conheça mais sobre o nosso site :

::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::



Quer saber mais?
Faça um curso na Búfalo Informática, Treinamento e Consultoria e
Prepare-se para o Mercado!
Veja o que a Búfalo tem para você.

ļæ½ BĆŗfalo InformĆ”tica, Treinamento e Consultoria - Rua Ɓlvaro Alvim, 37 Sala 920 - CinelĆ¢ndia - Rio de Janeiro / RJ
Tel.: (21)2262-1368 (21) 9240-5134 (21) 9240-7281 e-Mail:
contato@bufaloinfo.com.br