Skip Navigation Links
Novas Tecnologias
Ferramentas Adicionais
Ferramentas Adicionais


Dica No :
3
Assunto : SQL Server
Titulo: Compreendendo a execução de pacotes DTS

Gostou do texto ? Vote e dê sua opinião! Pontuação atual :

Translate this page now :






Adicione aos Favoritos!
BlogBlogs Rec6 Linkk Ueba Technorati Delicious DiggIt! StumbleUpon


Você pode executar pacotes DTS que movem dados entre 2 computadores a partir de um 3o, mas compreender onde o pacote DTS está sendo executado pode ser difícil.
O mais importante a se lembrar é que o SQL Server guarda pacotes DTS na tabela sysdtspackages localizada no banco MSDB. O SQL Server armazena os pacotes DTS como binary large objects (BLOB).
Você também pode salvar pacotes DTS no Microsoft Repository ou como um arquivo DTS. Um arquivo DTS é um arquivo que segue a estrutura de armazenagem COM e pode salvar multiplos pacotes e versões (pacotes salvos no SQL Server ou no repositório também podem manter múltiplas versões em um único pacote, mas não vários pacotes juntos).
Se você deseja salvar multiplos pacotes no mesmo arquivo DTS, apenas utilize nomes de pacote diferentes e o mesmo nome de arquivo quando salva-los.
O que se torna confuso é que o pacote DTS roda no Client, da mesma forma que um executável faz. A questão é observar qual máquina é o client. Os cenários seguintes vão auxilia-lo a entender onde o pacote DTS roda :
No 1o cenário, você tem 3 máquinas : Client, Origem e Destino. A partir do Client o usuário roda um pacote DTS armazenado no Destino que move dados da Origem para o Destino.
O usuário executa o pacote DTS abrindo-o em modo designer a partir do Client e clica no botão executar.
Pacotes DTS são COM objects que
rodam quase como um programa executável. Neste caso, o pacote DTS atua como se fosse um arquivo executável guardado no Destino, que está atuando mais como um File Server do que um Database Server.
O pacote DTS é executado no Client, obtém os dados da Origem e move-os para o Destino. O pacote move os dados através da rede duas vezes e a CPU Client faz quase todo o trabalho.

No segundo caso você ainda possui 3 máquinas : Clint, Origem e Destino.mas desta vez você irá utilizar uma técnica diferente para executar o pacote. O pacote ainda encontra-se guardado no Target, mas você agenda o pacote como um Job utilizando o SQL Agent no Destino. Desta vez o Client apenas executa o Job existente no Destino e este executa o pacote.
Neste caso, o pacote é executado no contexto da conta de usuário na qual o SQL Agente está sendo executado no Destino.
O Destino obtem os dados da origem utilizando o poder de processamento da sua CPU (do Destino).

Nome :
E-mail:
Comentarios :
 
 
Os Últimos Comentários
Nenhum comentário foi realizado ainda. Seja o primeiro !
Dicas
Dica do Dia
Receba Dicas Por Email
E-mail :  
 


 (help)
Aceito receber informativos do devASPNet, informações de eventos e treinamentos

Veja Quais Informativos Você Receberá

Pesquisar Dicas
Pesquisar Artigos, Dicas e Noticias

Banco de Dados
Algumas Entrevistas
Links Importantes

Búfalo Informática, Treinamento e Consultoria
R. Alvaro Alvim, 37/920 Centro - Cinelândia - Rio de Janeiro Cep: 20031-010
Tel : (21) 2262-1368 (21) 9240-5134 E-mail : Contato@bufaloinfo.com.br